loading...

Calathea stromanthe sanguínea 'Triostar'




A Calatéia Triostar é uma espécie de folhagem perene multicolorida, que ficou muito conhecida entre os religiosos como membro da "Família Oração". O curioso nome popular ocorre porque as folhas da Triostar no período noturno dobram-se como se estivessem orando.
Calathea stromanthe sanguínea “Triostar” pertence a família botânica Marantaceae, é nativa do Brasil, possui crescimento rápido, alcançando facilmente de 60 a 90cm de altura.
Possui grandes folhas lanceoladas verde escuras com tons de rosa, vermelho e creme, muito ornamentais, suas hastes de coloração roxa, suculentas e cobertas de pelugem na mesma tonalidade. Suas flores vermelho rosadas surgem durante a Primavera.
No jardim é cultivada isolada, em bordaduras ou em conjunto com outras espécies de plantas, o ambiente deve ser de meia sombra ou luz solar filtrada por árvores. Quando cultivada em floreiras ou grandes vasos de concreto a planta torna-se ainda mais ornamental, nestas condições pode ser levada para ambientes internos desde que seja bem arejados e com boa luminosidade.
O solo ideal para cultivar a Calathea stromanthe sanguínea “Triostar” é o fértil e rico em matéria orgânica e com boa drenagem. As regas devem ser regulares mas sem encharcamentos e a adubação deve ser feita por NPK 10-10-10 pelo menos a cada 60 dias.
As podas de limpeza e manutenção podem ser feitas no início da Primavera, período em que a planta entra em sua fase de crescimento ativo. Não tolera geadas e sua multiplicação ocorre por meio de divisão de mudas da planta mãe.




Nome Científico: Calathea stromanthe sanguínea “Triostar”
Nome Popular: Calatéia-triostar
Família Botânica: Marantaceae
Ciclo de Vida: Perene
Origem: Brasil
Porte: até 90cm
Folhas: Grandes, lanceoladas, verde escuras com tons de rosa, vermelho e creme, muito ornamentais
Flores: Coloração vermelho-rosadas
Floração: Primavera
Luminosidade: Sombra, meia-sombra.
Regas: Regulares
Clima: Tropical Quente e úmido. Não tolera temperaturas baixas.
Solo: Fértil, rico em matéria orgânica
Podas: Somente de limpeza e manutenção
Adubação: NPK, fórmula 10-10-10 a cada 60 dias
Multiplicação: Divisão da planta mãe
Curiosidade: É chamado membro da “Família Oração”, pois durante a noite suas folhas dobram-se como se estivessem orando.
Cuidados: Não suporta exposição direta a luz do sol, principalmente em regiões mais quentes




AleCorreia2000

Conheça melhor o autor deste blog seguindo o perfil Circulo do Verde nas redes sociais.