loading...

Elleanthus brasiliensis




Impossível ficar indiferente quando nos deparamos com esta bela espécie de orquídea. A Elleanthus brasiliensis como o próprio nome já sugere é uma espécie brasileira, mais precisamente de regiões de mata no Rio Grande do Sul.
A Elleanthus apresenta rizoma curto e raízes relativamente espessas ou tuberosas. O caule é simples ou pouco ramificado, ereto ou em posição ascendente, bastante alto e delgado. Suas folhas são plicadas, alternadas, de formas oblongas até lineares, brilhantes.
A sua inflorescência é rígida apical, multiflora, com grandes brácteas e flores dispostas em forma dística ou em estróbilos, algumas vezes emanando abundante substância gomosa.
As flores da Elleanthus são pequenas, numerosas, comum aglomeradas, de cor variável, entre formas esbranquiçadas ou rosadas até lilás intenso, vermelhas, amarelas ou alaranjadas.
As sépalas livres eretas e similares; pétalas mais estreitas e de comprimentos variáveis; labelo trilobado, lobos desenvolvidos e mediano carnoso com dois calos ligados entre si ou não. A coluna costuma apresentar pequenas asas inferiores ao lado do estigma, sem prolongamento podiforme, semi roliça. antera biloculada com oito polínias aos pares.
A Elleanthus aprecia clima quente e úmido e ambientes bem ventilados.




Circulo do Verde

Conheça melhor o autor deste blog seguindo o perfil Circulo do Verde nas redes sociais.